Nem Mini nem Master

Com o passar do tempo, tendências foram sendo criadas para suprir as necessidades dos noivos, assim como aconteceu com o Mini Wedding que ganhou força de uns anos para cá para atender os casais que não queria ou não podiam oferecem um mega festa de casamento.

Hoje em dia vejo uma tendência surgindo, ainda sem um nome específico, talvez um “Médio Wedding” ou “Casamento Intimo” a verdade é que se trata de um casamento na medida certa!

Vejo casais em duvida quando ao Mini Wedding por ser muito restrito mas também sem querer um casamento grande e tradicional. E por isso acho que um casamento que pode ser moldado na medida dos desejos dos noivos é o ideal.

As características são muito parecidas com as do Mini, porém com um numero maior de convidados. Esses casamentos valorizam a intimidade, os detalhes, e geralmente são realizados em restaurantes, clubes, fazendas ou salões com toque mais intimo.

Como em todo tipo de casamento a lista de convidados é um momento complicado e crucial, sem o numero de convidados você não consegue orçar mais nada! O ideal para esse tipo de casamento é de 100 a 250 convidados, permanecendo assim o conceito de simplicidade, intimidade e leveza.

1 2 3 4 5 6 7 8 9

A decoração segue os mesmos parâmetros de um Mini Wedding, fresca, leve, romântica e aconchegante, sem luxos extremos ou exageros. O ideal é uma festa charmosa que possibilita que os noivos curtam seus convidados e o grande dia sem se preocupar em atender as tradições ou imposições da sociedade.

A curiosidade de muitos é sobre o orçamento, quanto custa um casamento assim? Eu diria que entre uns 40 a 80 mil, levando em consideração as escolhas de cada casal. Como todo casamento é importante saber focar as decisões de contratação e gasto dentro do perfil, do sonho e do orçamento planejado, com bom senso, adequação e criatividade!

Destination Wedding

Mês passado fui a um Destination Wedding e senti vontade de escrever mais sobre isso! Afinal saber pesquisar como planejar o casamento fora da sua cidade ou país é fundamental. Já fiz um post sobre o assunto (aqui) mas é sempre bom aprofundar!

Acho que o mais interessante de um Destination é que a viagem para celebrar o casamento transforma horas de festa em dias de diversão. E em alguns casos, acredite, pode sair mais em conta!

Alguns convidados tem certa rejeição quando pensam que além do pacote básico de um casamento (presente, roupa, salão e etc.) ainda terão que arcar com passagem aérea, pedágios, hotéis e gastos extras. Mas o que devemos ter em mente ao ser convidado para um Destination é que, sim dá trabalho, mas é a oportunidade perfeita para esticar as comemorações e curtir bons momentos entre amigos queridos.

Para facilitar separei algumas dicas importantes para um Destination Wedding:

  • Casar em outra cidade – ou país – tem várias vantagens. Você deve aproveitar a viagem e a disponibilidade de seus convidados e convida-los para encontros, happy hours e jantares nos dias que antecedem o casamento, e quem sabe um café da manhã ou almoço no dia seguinte.
  • Cidades que tenham fornecedores locais facilitam muito e ajudam nos custos.
  • Um casamento fora possibilita convidar toda a lista dos noivos e dos pais dos noivos e ter certeza de que somente os familiares mais próximos e os verdadeiros amigos estarão dispostos a enfrentar viagens e hotéis para comparecer.
  • Noiva, seja prática! Tente levar da sua cidade ou de outra cidade que não seja a que for casar somente os fornecedores indispensáveis. Afinal o frete e despesas de fornecedores de fora pode encarecer, e muito, o orçamento.
  • É preciso olhar com muita antecedência o local da cerimonia e festa para consegui reservar a melhor data, afinal em algumas cidades do interios e praianas existem menos opção.
  • Quando falamos em casamento fora do país a surpresa com orçamento pode ser grande, afinal os valores praticados no Brasil no mercado de casamento é altíssimo e o mesmo não acontece em alguns países.
  • A internet e um cerimonial experiente em Destination Wedding são fundamentais! Mesmo assim o ideal é que os noivos viagem algumas vezes, marquem diversas reuniões de uma vez, vejam, provem e aprovem tudo. Por uma questão de bom senso e para minimizar riscos.
  • Adeque a decoração e o menu ao local.
  • Mande um Save the Date pelo menos três meses de antecedência para que os convidados possam se programar, agendar férias, hotel, passagens e etc.
  • É obrigação dos noivos garantir que os convidados se sintam bem recebidos e confortáveis em todos os momentos, portanto é recomendável que os noivos criem um site do casal com informações como hotéis, tarifas, restaurantes, salões de beleza, contato de transfer e contato com o casal. Isso facilita muito a ida e a permanecia de todos.

 

g

As famosas “pastinhas”

A grande maioria das noivas buscam inspirações em fotos para o grande dia! Seja para vestido, maquiagem, penteado, acessório, decoração… Tudo! Eu ui dessas noivas que via mais de mil fotos por dia e guardava tudo que me interessava!

Isso é muito importante, pois assim você vai criando a identidade do seu casamento, construindo a personalidade dele e descobrindo o que você gosta!

É fácil perceber a similaridade das fotos, dos estilos quando você olha todas as fotos que separou! Isso ajuda, e muito, o pessoal da decoração, o responsável pela maquiagem e cabelo, e até na escolha do vestido!

Essas pastinhas também serve para você guardar o contrato com os fornecedores e todos os documentos referentes a ele. Fica tão mais fácil e organizado!

Para organizar tanta foto eu fiz uma pasta chamada “Casamento” e dentro dela várias subpastas, vou listar para vocês as pastinhas que não podem faltar!

  • Acessórios – joias
  • Bolos e Doces (doces e bem casados)
  • Buffet
  • Beleza – Dia da Noiva (maquiagem e penteado)
  • Cerimonial
  • Decoração
  • Detalhes
  • Extras
  • Fotografia
  • Lembrancinhas
  • Lista de Convidados
  • Lista de Presente
  • Local da Festa
  • Lua de Mel
  • Papelaria
  • Som
  • Vestido de Noiva
  • Vídeo

1111111111111111

 

Pirar toda noiva pira, uma hora ou outra. Mas desse jeito pelo menos você pira de forma bem organizada!

R.S.V.P.

Recebi alguns e-mails com duvidas sobre o R.S.V.P., juntei todas elas e resolvi fazer um post sobre isso para esclarecer.

Vamos lá!

R.S.V.P. é a abreviação de Répondez S’il Vous Plaît, expressão francesa que significa “Responda por favor”, usada para solicitar que os convidados confirmem presença ou não no evento que foram convidados. Quem está organizando um casamento sabe, as despesas de uma festa e principalmente o cálculo de quantidade do serviço de buffet e bebidas é feito pela quantidade de pessoas que irão comparecer ao casamento, por isso é importante saber o número mais aproximado possível de quantos serão.

RSVP3

DICAS PARA OS NOIVOS

Quando os noivos optam por usar o R.S.V.P. eles tem que ter algumas idéias em mente para tentar fazer com que esse processo funcione.

  • Coloque o pedido de confirmação em português e de forma clara para que todos entendam. Alguns optam por “Favor confirmar presença.” Ao invés de “R.S.V.P.”, gera menos dúvidas entre os convidados.
  • R.S.V.P. Passivo – Deixe telefones, e-mails, tudo que for possível para facilitar a confirmação do seu convidado, geralmente os contatos são do cerimonial de casamento. Muitos noivos escolhem criar um site sobre o casamento e incluem um espaço para confirmação de presença no próprio site. Mas lembre-se que nem todos os convidados, especialmente os mais velhos, estão acostumados a confirmar presença através da internet, então é melhor ter duas opções.
  • Existem empresas no mercado que são contratadas apenas para essa etapa do casamento. Dependendo de cada caso, pode ser útil. O cerimonial ou essas empresas especializadas entram em contato com os convidados confirmando a presença. Trata-se do R.S.V.P. ativo.

O bom é que essas empresas têm experiência para poder frear aqueles convidados que resolvem confirmar a presença de pessoas além das que foram convidadas. Nesse caso   o serviço de R.S.V.P. deverá explicar que somente pode confirmar a quantidade de pessoas que consta no convite e na lista, podem dizer que há limitação de espaço e que por isso infelizmente os noivos não puderam convidar todos os queridos.

  • Você pode estabelecer uma data limite para confirmação de presença, geralmente o limite é de 15 dias antes do casamento.
  • Diga verbalmente sobre o R.S.V.P na entrega do convite.  Fale informalmente sobre a necessidade da confirmação e como isso é importante para os noivos. Certamente, os convidados aceitarão melhor.
  • Quem está mais próximo da organização do casamento pode ajudar (pais, mães, padrinhos, madrinhas, alguns parentes) e enfatizar sobre a necessidade do pedido de confirmação. É uma alternativa mais informal, mas pode fazer a diferença!

É importante lembrar que no Brasil a imensa maioria das pessoas não tem o costume de confirmar presença, não entendem a importância e educação de tal ato. As pessoas realmente não lembram de ligar ou enviar um e-mail confirmando. Por isso o R.S.V.P. ativo é muito mais eficaz que o passivo. E mesmo no ativo, em geral você pode considerar que 10% dos confirmados não irão, afinal aparecem imprevistos no dia e sempre tem os que confirmam por vergonha de dizer que não poderão ir. (em mini-weddings a porcentagem de faltosos é bem menor).

 

DICAS PARA OS CONVIDADOS

  • O convite com R.S.V.P. possui uma função importante para os noivos: saber o número de convidados que realmente irão ao casamento. Isso evita desperdícios de dinheiro, de comida, de mobiliário  e, até mesmo, de planejamento. Isso tudo é feito para que a festa seja melhor.
  • Quando um convite vem solicitando o pedido de confirmação, isso não é opcional, é uma delicadeza do convidado confirmar ou não sua presença. Considere-se uma pessoa privilegiada por fazer parte Da lista de convidados. O número de pessoas dentro de uma lista é algo sempre limitado.
  • Não incomode os noivos ou parentes próximos para confirmar a sua presença. Existe sempre um bom motivo pelo qual os noivos escolheram delegar esse processo para o cerimonial/uma empresa especializada/ou pessoa específica. Confirme pelas vias disponíveis no convite.
  • Quando  recebemos um convite, é possível ter uma noção sobre se será possível ou não ir ao casamento. Para casamentos de pessoas queridas, programe-se, planeje-se e reserve a data. É assim que funciona para a maioria dos eventos sociais que consideramos relevantes na vida.
  • O convite é direcionado de forma clara para quem são os convidados. Não inclua amigos, conhecidos que não foram incluídos como convidados oficias do casamento. A seleção de convidados quem faz são os noivos, não os convidados. Respeite.
  •  O que tenho mais visto é pessoas se sentirem incomodadas com o pedido de confirmação e espalhar reclamações. É sempre indelicado falar mal de qualquer casamento, os noivos planejaram tudo com muito carinho.

Destination Wedding

Já tem um tempo que queria falar sobre esse assunto no blog, mas hoje eu consegui!

Tendência cada vez maior aqui no Brasil, os Destination Weddings são casamentos realizados em um local diferente da cidade dos noivos. Você pode planejar para se casar em uma praia, no campo e até em outro país.

Geralmente o principal objetivo desse tipo de casamento é  a ligação afetiva com algum lugar ou o sonho de se casar em algum cenário específico. Por exemplo, a praia onde se conheceram, onde gostam de ir, a fazenda da família, ou uma cidade do interior que tenha algum significado para os noivos… os destinos e os motivos são inúmeros.

Os americanos, ingleses e japoneses ja estão bastante habituados com o conceito e são os que mais se deslocam para realização de seus casamentos. No Brasil este conceito ainda é novo mas vem sendo muito procurado.

Um Destination Wedding pode ser desde um mini-wedding realizado só para os noivos, uma festa íntima para poucos convidados ou uma festa para todos convidados, não interessa o tamanho do seu sonho, o que importa mesmo é tentar realiza-lo! E para que o casamento seja um sucesso é importante conhecer e conciliar as duas culturas na organização e coordenação do casamento, pricipalmente se ele for em outro país.

Uma vantagem interessante do Destination Wedding é poder criar uma intimidade maior com os convidados, que vão conviver por mais tempo. Atualmente, existem hotéis e resorts que se preparam especialmente para receber casamentos e são ótimas opções para facilitar este momento.

Mas, como nem tudo é tão simples quando o assunto é casamento – muito menos quando envolve uma viagem – é preciso uma dose extra de organização. Um ano antes da data, inicie um check list com tudo o que precisa ser visto com os fornecedores do local. Outro ponto importante é enviar o save the date com no mínimo três meses de antecedência, para que todos os convidados possam se programar para a viagem. 

No Brasil alguns destinos já são os queridinhos dos noivos e são os mais procurados até então: Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Ilha Bela, Buzios, Trancoso, Fernando de Noronha, Tiradentes, Araxá e etc. No exterios a maior busca é por destinos como Italia, França, Hawai, Caribe, Bahamas, Paris e Tailândia.

Se você deseja embarcar nesta viagem, preparei uma lista de prós e contras que pode ajudar muito an hora de decidir!

Pontos favoráveis:

Cenário deslumbrante - A maior vantagem de fazer as malas para casar é poder contar com um cenário paradisíaco para seu casamento, de natureza exuberante, seja num resort à beira mar ou um hotel fazenda ou numa pousada na natureza.

Interação – Todos os convidados têm a oportunidade de conviver em uma viagem por mais tempo do que simplesmente o horário de duração da festa e isso é tabém vantagem para os noivos que podem curtir mais esse momento tão especial!

Atividades extras - É possível pensar em “extras” como um jantar, coquetel e atividades de lazer, capazes de ampliar os momentos de união entre as famílias do noivo e da noiva e os amigos.

Lista de convidados reduzida – Casar em um ambiente afastado te permite criar um clima romantico e íntimo. Além de dar aos noivos a opção de só convidar quem realmente desejam.

Fotografia – um cenaro lindo com certeza vai render fotos maravilhosas.

 

Pontos desfavoráveis:

Abrir mão de presenças queridas – Fazer do casamento uma viagem pode significar que nem todos os convidados tenham disponibilidade para viajar e, por isso, poderá precisar abrir mão da presença de algumas pessoas queridas, de mais idade e etc.

Levar a equipe de beleza com você – Se você não conhece os salões de beleza da região, será preciso levar com você os profissionais de beleza que cuidarão de você, das madrinhas e de todos os convidados;

Pesquisar fornecedores locais – É preciso fazer uma pesquisa maior de fornecedores em uma região pouco conhecida. Pois levar todos os fornecedores da sua cidade pode gerar altos custos.

Alugar gerador de energia – É preciso se informar sobre o abastecimento de água e energia no local escolhido e garantir que nada falte aos seus convidados e, muito menos, durante a festa.

Agora é só escolher o cenário dos sonhos e começar a planejar seu casamento!!

 

Os 12 erros mais comuns ao organizar um casamento

Como muitas já sabem organizar um casamento é uma tarefa difícil, por mais prazerosa que seja! E nenhuma noiva nasce sabendo, e como também não dá para sair praticando por aí, a não ser que a tarefa vire profissão, é preciso estar

Nada melhor que conhecer esses erros para poder fugir deles! Vamos lá!

 1) Escolher o local apenas pelo preço

Há noivas que, na hora de escolher o local da cerimônia, acabam se prendendo mais ao preço do que o local em si. É necessário levar em conta se o local realmente atende as expectativas dos noivos, pois transformar o local com a decoração encarece muito mais o orçamento.

Portanto o ideal é procurar um local que o casal se identifique e que atenda também ao orçamento. Negociar é uma boa opção!

2) Convidar pessoas achando que elas não vão

Um dos principais fatores que determinam o tamanho da festa é o número de convidados. É muito comum os noivos calcularem a festa pensando que muitas pessoas não irão. Mas o risco de ter uma festa lotada, serviço insuficiente, entre outras coisas é grande.

O ideal seria pedir ao cerimonial que fizesse o serviço de RSPV (confirmação de presença) para saber o número correto de pessoas com antecedência. Mas, no Brasil, as pessoas ainda não têm essa cultura de confirmar  presença e acaba que o calculo não é tão correto assim. Existem médias de ausência que são bem seguras, aproximadamente 15%  de quebra é calculada em cima do numero final de convidados. Esse cálculo costuma funcionar, mas você tem que considerar que se você convidou a pessoa pode comparecer.

3) Fazer mudanças radicais no visual

Não é porque você vai casar que tem que mudar o seu visual. Não tinja o cabelo, não corte curto, não faça permanentes nem alisamentos. Enfim, não mude radicalmente para o seu casamento.

Lembre-se que você ficará daquele jeito para sempre nas fotos e no vídeo da festa. E, ainda existe a chance de você não gostar da mudança e não ter o que fazer a tempo do grande dia.

Faça testes de maquiagem e penteado e escolha um visual que combine com o seu estilo. Não arrisque!

4) Esquecer a cláusula de horário limite

Há sempre um horário estipulado para o término da festa. Muitas vezes, o casal vê a cláusula de hora extra e não percebe que isso pode se aplica à desmontagem também. Aí, querem estender o tempo de festa e acabam se comprometendo com as regras do espaço ou pagando uma fortuna por hora excedente.

Cheque com a equipe quanto tempo para desmontagem é necessário e programe-se sempre com uma margem de tempo para o término.

5) Convidar damas e pajens muito novos

Por mais que você faça muita questão de convidar alguma criança, mesmo que muito nova, você tem que lidar com o risco dela não entrar por inúmeros motivos. E o casal deve escolher se quer correr esse risco ou não. Crianças são fofas, mas tem vontade própria e podem não se sentir a vontade em entrar na igreja na frente de todo mundo, é normal!

O ideal é chamar daminhas e pajens que tenha no mínimo 3 ou 4 anos. Outra idéia é ter pelo menos uma criança um pouco mais velha para dar confiança aos menores e caso os mais novinhos não entrem você tem a segurança de ter pelo menos um representante!

6) Exagerar nas atrações da festa

Exagerar nas atrações da festa pode acabar resultando em um carnaval de informações. É preciso optar e fazer escolhas do que realmente os noivos desejam (banda, escola de samba, show pirotécnico, retrospectiva animada, garçons cantores, entre outros). Seus convidados não estão indo para um show e, sim, estão querendo curtir o privilégio de terem sido convidados para participar de um momento especial.
<!–[if !supportLineBreakNewLine]–>
<!–[endif]–>

7) Preocupar-se demais com os convidados

Uma festa de casamento é sempre planejada com muito carinho, detalhes e é feita para todos. Por isso não se prenda em cumprimentar todos os convidados. Além de cansativo, você deixará de aproveitar cada detalhe da festa, como o jantar, bebida, música, etc.
Os convidados estão lá para prestigiar os noivos. É preciso, sim, dividir a atenção com eles, mas não perca os momentos da festa por causa disso. Na pista, você com certeza vai encontrar com todos eles e dar atenção, mesmo que rápida.

8) Excluir noivo, mãe e sogra das decisões

Não adianta: mãe é mãe. E como toda mãe, ainda mais de noivos, gosta de participar. Por isso, tirá-las do processo de organização do casamento pode deixá-las magoadas. O mesmo acontece com o noivo, que pode se sentir excluído das decisões.
Isso não significa que eles vão tomar o controle da organização e nem que você tem que aceitar todas as sugestões.Mas deixe que participem, pelo menos, de algumas decisões. Pergunte o que acham da cor da decoração da escolha do convite. Deixe que se sintam úteis e importantes. Isso com certeza vai trazer mais tranquilidade durante a organização, além de deixar todo mundo feliz!

9) Escolher DJ sem conhecer o estilo

Tenha certeza que o DJ toca as músicas que gosta e não seja surpreendida na festa. Não é só porque o nome do DJ é muito comentado que ele será bom para o seu casamento. Como todo fornecedor, esse profissional também tem um estilo e a noiva deve saber se ele tocará o que ela gosta ou não. Há DJ’s que se recusam a tocar, por exemplo, sertanejo ou pagode.
Antes de fechar com algum profissional, pesquise sobre o trabalho dele e converse abertamente sobre o que você espera do repertório da festa, para não ter surpresas na última hora e acabar se estressando.

10) Acreditar que a noiva pode carregar o mundo nas costas

Muitas mulheres se sobrecarregam na hora de organizar o casamento. Algumas tentam fazer tudo sozinha, junto com a agenda pessoal e profissional, isso causa estresse, irritação e, na maioria das vezes, queda de desempenho em ambas as atividades.

Para evitar que isso aconteça, o ideal é que a noiva contrate uma assessora ou cerimonial para ajudá-la na organização, ou naquilo que ela não entende bem e não tem tempo para olhar. Com certeza isso vai deixar qualquer noiva mais tranquila. Caso não seja possível contratar uma assessora, não deixe de pedir ajuda para uma amiga, para a mãe ou para alguém próximo, tenho certeza que elas vão adorar poder ajudar!

11) Bater o pé em uma flor específica para a decoração

Provavelmente, você vai fechar o contrato com a empresa de decoração um ano antes de sua festa de casamento. Pode ser que aquelas flores que você ama de paixão não estejam tão bonitas no mês de sua festa. Pense em termos de cor, estilo e tamanho, e deixe a equipe de decoração livre para fazer o melhor possível. Basta encontrar um fornecedor que você confie!

12) 

Não contratar uma equipe de foto e filmagem profissional

Esse para mim é o pior!!! Por mais economia que você queira fazer por melhor que seja a maquina da sua prima, do seu tio ou de quem for, pelo amor de deus não deixe de contratar um fotografo profissional para o casamento! Isso é primordial! Imagina você não ter retratado um dos momentos mais lindo e importante da sua vida! É arrependimento na certa e não tem como voltar atrás! Procure um profissional que atenda o se orçamento e gosto, mas nunca deixe de contratar um fotografo!

Como negociar com os fornecedores

 

Como muitas noivas sabem, uma das nossas principais tarefas  é orçar, negociar e fechar contratos com fornecedores. E isso pode se tornar uma tarefe complicada para quem não está acostumada com isso!

Negociar é muito mais do que pechinchar! Você deve saber argumentar e ser contundente nas suas negociações. Desta forma, ambas as partes saem satisfeitas. E é isso que a gente quer!

Preparei algumas dicas que podem ajudar. Vamos lá!

 

Orçamentos

 O ideal é sempre ter no mínimo 3 orçamentos de cada serviço ou produto. Dessa forma você terá as informações necessárias para fazer uma comparação real entre eles.

 

Comparando os fornecedores

Na hora de comparar você tem que usar o bom senso. Não tem como você comparar um fornecedor com produtos e serviços A com um B, e querer que o A  faça o serviço pelo preço do B. Temos que leva e consideração a mão de obra, matéria prima, qualidade e etc.

 

Orçamento coletivo

Algumas noivas ou pessoas que desejam o mesmo produto ou serviço se juntam e negociam um desconto com o fornecedor em troca de um pedido maior. Isso costuma dar muito certo!

 

Hora de ceder

Assim como o seu fornecedor, você também tem que aprender a ceder. Analisar o custo beneficio das coisas e saber quando é hora de aceitar as dicas e imposições do fornecedor. Dessa forma fica mais agradável de negociar e mais fácil de você conseguir que ele também ceda, ou no preço ou na forma de pagamento.

 

Seja objetiva

Tenha em mente exatamente o que você quer e quanto pode gastar. O cliente que muda muito de opinião perde a credibilidade para negociar. Seja clara para seu fornecedor, uma comunicação objetiva é fundamental na negociação. Faça sua proposta baseada no que você deseja em quanto pode pagar e em que você pode ceder.

 

Tenha limite

Você usou todos os argumentos e não conseguiu o que queria? É hora de parar e analisar se o valor desse fornecedor é absurdo, alto mais justo ou se realmente você não tem como arcar.  Tem que saber a hora de parar uma negociação para não desgastar demais. Se você não ficou satisfeita, procure outro fornecedor, pode acontecer de você encontrar um que tenha mais a ver com o seu evento!

 

Consulte seu cerimonial:

As cerimonialistas estão acostumadas a negociar com os fornecedores. Elas conhecem todas as informações do mercado e sabem até onde cada fornecedor pode aceitar ou não numa negociação. Elas também conhecem o perfil do seu casamento e podem te direcionar para os fornecedores mais adequados.

 

Vibrações e tendências para 2012 – Casamento

Cada passagem de ano carrega uma energia diferente e, para estar em sintonia, é preciso entender melhor o que isso significa. Em 2012 vamos dar as boas vindas ao Dragão, que será o regente de ano. Os orientais consideram que este é um ano auspicioso, muito bom para casar (oba), ter filhos ou começar um negócio novo, porque o dragão traz a boa fortuna e a felicidade. Portanto será um ano de poder, dinheiro e negócios, mas que também vai exigir cautela. Devemos evitar exagerar, ultrapassar os limites ou fazer grandes apostas.

De acordo com a astrologia ocidental, o próximo ano estará sob regência da Lua, o que confirma o favorecimento para ter filhos, mudar de casa, ou ter um novo projeto, seja ele qual for. Para entrar em sintonia com esse astro, a cor mais indicada para roupas na virada do ano é o prateado ou azul, para os homens. O dourado também é indicado, os homem podem optar pelo amarelo.

É importante saber também que estamos dando início a um novo marcado por uma mudança de era. Sai a era de Peixes e entra a era de Aquário – regida pela energia da paz e amor. Estaremos sob influência do romantismo feminino da Lua que vem equilibrar a masculinidade do dragão. E é por isso que as relações terão uma trégua, e vamos voltar a ser príncipes e princesas, como antigamente.

Já que será um ano tão bom para se casar e para investir em relacionamentos, fui atrás de tendências e novidades para quem planeja subir ao altar no próximo ano.

As duas maiores tendencias nos casamentos de 2012 se baseam em duas palavras: mini e eco. Mini, vem dos mini weddings, o que não significa que festas com mais de 100 convidados estarão fora de moda, mas independente dos números de convidados da sua festa o conceito da decoração e da festa será de um mini, imprimindo personalidade e autenticidade nos detalhes. E o Eco vem do ecowedding, que trouxe aos eventos o conceito de sustentabilidade  já famoso em outras áreas e tão importante na nossa sociedade.

Para juntar essas tendências de forma harmônica e elegante segue algumas dicas:

Menos é mais

Os casamentos pequenos e mais focalizados nos detalhes e na qualidade da convivência entre os convidados são uma grande realidade. Gastar mais em pequenos detalhes e criar um ambiente mais caseiro é uma grande tendência nos casamentos para 2012.

Rústico chique

A decoração rústico chique é uma enorme tendência para os casamentos e os noivos estão cada vez mais usando essa opção!

Vintage

Levar itens da sua história para a decoração do casamento é mais que uma tendência, é uma ideia emocionante e simbólica. Esse conceito nasceu nos mini weddings, mas em 2012 será usado em casamentos de qualquer tamanho. Elementos pessoais ou que recordam a infância são toques divertidos e as pessoas aproveitam para recordar velhas lembranças.

Iluminação Natural

Use e abuse da luz do sol, além de economizar energia nao tem nada mais lindo do que casar de dia.

Vasos de plantas

Usar flores plantadas ao invés de cortadas é uma tendência em alta em decoração de residências que chegou para ficar na decoração dos casamentos. Além de mais baratas, se bem cuidadas, as plantas em vasos podem ser usadas em muitos outros eventos.

Noivo cool

Em 2012, não só a noiva deve tentar incluir elementos originais no seu look, os noivos também! Pequenos detalhes podem ser muito especiais: meia coloridas, , ténis diferentes, suspensórios, etc.

Faça os seus votos

É muito emocionante o casal que escreve os proprios votos. Não deixe de declarar seu amor com suas próprias palavras perante os amigos e familiares.

Feito a mão e DIY

Seja pela economia, seja porque o toque do feito à mão torna o casamento ainda mais especial, cada vez mais os noivos estão contribuindo com elementos feitos prna o casamento único!

Lembrancinha sustentável

Que tal usar temperos na sua decoração, como pimentas, alecrim, manjericão e depois entregar os vasinhos como lembrancinha aos convidados. Ou então as sementes de amor perfeito que estao super em alta!

 

Idéias para um Casamento Econômico

Hoje em dia muitos casais optam por fazer um casamento mais econômico. Eu acho a idéia muito válida, afinal nem todo mundo pode ou está diposto a gastar tanto dinheiro. Claro que é um momento único e mágico e se você pode investir, ótimo! Mas se não pode o ideal é ter idéias criativas na hora de planejar o casamento.

Vou listar aqui algumas dicas de como ter um casamento dos sonhos, mas economizando e usando de criatividade, bom gosto e elegância.

Planejamento – Planejar vai permitir a vocês algumas facilidades no pagamento das despesas. Procure uma assessora, busque fornecedores antes do casamento. Assim, consegue negociar prazos para o parcelamento e até alguns descontos.

Data - Procure casar entre os meses de março a junho ou então de agosto a novembro e terá uma economia significativa na lua-de-mel. Alem de hotéis e pontos turísticos mais vazios, com ambientes mais tranquilos e, o mais importante, mais baratos, pois fora de alta estação.

Horário do casamento – Esse é outro fator a considerar. É ele que vai determinar o estilo do vestido de noiva, acessórios, a decoração e até mesmo o cardápio da festa. As cerimônias realizadas durante o dia são mais econômicas.

Cardápio – Busque pelo simples e de bom gosto, sem necessidade de servir pratos caros ou fazer cardápios muito elaborados.

Local – Uma boa dica é olhar hotéis, muitos deles oferecem noite de núpcias para casais que fazem a recepção em um dos seus salões. Também verifique os buffets que possuem salões, pois essa combinação pode ser mais em conta.

Música - Na hora de pensar na sonorização e na música, é possível economizar. Apenas um DJ basta e, bem conversado, é possível se fazer cerimônia e festa, sem necessidade de contratação de bandas, corais e outros.

Vestido – Faça um vestido clássico, sem muitos brilhos, ou excessos. Vestidos simples são clássicos e modernos e garantem a elegância.

Acessórios - Dispense os arranjos de cabeça e outros acessórios caros por penteados sem ou mesmo com  arranjos de flores naturais.

Lembrancinhas – Lembrancinhas não são essenciais, eles podem ser dispensadas. Mas se você faz mesmo questão opte por DIY, faça você mesmo, ou peça ajuda a amigos e parentes. Use a criatividade, hoje em dia existem muitos opções de lembrancinhas econômicas e especiais.

Mobiliário – Opte por um local que já possua infra-estrutura e mobiliário. Isso diminuirá o investimentoem decoração. Uma boa dica são restaurantes, que tem uma ótima infra-estrutura de banheiros, cozinha e já tem todo o mobiliário necessário.

Flores – Procure usar as flores da estação, isso irá te proporcionar mais uma economia.

Bebidas – Procure reduzir a variedade de bebidas, pois é dos itens que mais pesam no orçamento. Além de bebidas não alcoólicas como água, sucos e refrigerantes, ter somente uma ou duas alcoólicas fará diferença.

Serviço de buffet -  Na hora de optar pelo buffet, adote o serviço que seja self-service. Isso reduzirá custo, o cuidado a ser tomado nessa opção é de que haja mesas de apoio e de serviço suficientes para não ocorrer filas.

Doces - Na escolha de docinhos, busque menor variedade e mais quantidade.

Bouquet -  Faça seu bouquet de forma simples e com flores simples.

Brincadeiras para agitar o seu Chá

Esse momento é sempre uma delícia, além comemorar o futuro matrimônio da amiga, é hora de rever toda a turma em meio a muitas gargalhadas, drinks e petiscos. Para que fique mais divertido agite seu Chá de Panela ou Lingerie com brincadeiras envolventes onde todos possam participar. Abaixo estão algumas idéias:

Entrevista sobre o Noivo: O objetivo da brincadeira é fazer uma lista com perguntas sobre o noivo, para ver se a noiva o conhece bem. Exemplos de perguntas: aniversário da sogra? Qual a cor preferida? Dia do primeiro beijo? Comida preferida? Etc. Pesquise as respostas ao Noivo com antecedência. Na hora da brincadeira, se faz 1 pergunta por vez, e ela responde, na tentativa de acertar, se errar paga um castigo.

Batata quente: A organizadora da festa deve levar adereços de festas e acessórios divertidos para as convidadas (tictac, chapéus, óculos, toquinhas, anéis, cintos, arquinhos, brincos, etc). Escondida das convidadas, ela coloca um desses adereços  (por vez) em uma caixinha que será passada de mão em mão entre as convidadas, ao som de uma música. Quando a música parar, a convidada que estiver com a caixinha na mão deverá vestir o que estiver dentro .

Preview da Lua de mel: Enquanto a noiva tenta adivinhar os presentes, alguém vai anotando seus comentários sem que ela perceba, por exemplo “ Nossa que coisa estranha!!”, “Pra que serve isso?” etc. Ao final do chá, a organizadora lê com uma voz bem sexy as anotações, como se fosse coisas ditas na noite de núpcias.

Eu beijaria… Peças para suas convidadas para fazerem uma roda, sentadas no chão.  A organizadora deverá levar um bichinho de pelúcia, sentar-se ao meio e dizer: “Eu beijaria o ursinho na bochecha”, assim o ursinho é passado para convidada ao lado (esquerdo) que deverá prosseguir sem que se repita o local do beijo. Ao final a organizadora deve pedir para que as convidadas beijem a pessoa ao lado no mesmo local em que beijariam o ursinho.

Eu nunca: Forma-se uma roda, a organizadora deverá distribuir uma mesma quantidade de pastilhas de chocolate (confete, M&M´s) as convidadas. Começando pela noiva, ela deverá dizer uma situação ou algo que nunca fez, por exemplo: “Eu nunca fiz escova progressiva” “Eu nunca fumei”, “Eu nunca fiquei bêbada”, “Eu nunca sai com um homem muito mais novo”, etc. as convidadas que já fizeram deverão comer uma pastilha e assim por diante.  Ao final da brincadeira, quem tiver mais pastilhas de chocolate ganha um brinde.

Feitiço contra o Feiticeiro: A organizadora distribui papel e caneta para as convidadas e pede sugestões de castigos para a noiva. Cada convidada escreve um castigo e assina seu nome. Todos os papéis serão recolhidos e lidos um de cada vez, mas a SURPRESA é que quem paga o castigo será a pessoa que teve a idéia (quem assinou)! Isso só será revelado depois que todas escreverem e assinarem. A brincadeira acaba quando todas as convidadas cumprirem seus próprios castigos.

Personalidade: Dar lápis e papel as participantes. Elas escrevem detalhes sobre sua personalidade. Dobram e devolvem o papel. A noiva escolhe, lê e tem que adivinhar qual é a pessoa com aquelas características. Se acertar, a convidada é quem terá que pagar o castigo, se a noiva errar, ela que fará a tarefa.

Estilistas: Divida as convidadas em 3 grupos e dê a elas matéria prima para criar um look de noiva (papel higiênico, crepom,  tnt, maquiagem, flores artificiais, fita crepe, tiaras, máscara de carnaval,  etc). As equipes terão 20 minutos para criar um vestido. Haverá um desfile e a noiva será a jurada.  A melhor equipe receberá um brinde.

Adivinhação:A noiva  adivinhar os presentes: o que é, e quem deu. Pode ser de olhos vendados. Se a Noiva errar, leva um castigo. Se acertar, a pessoa que deu o presente é quem leva o castigo. Os castigos podem ser inventados na hora, ou escritos em bilhetinhos e sorteados.

Reconheça a história: Cada amiga que chegar escreve em um papelzinho uma frase curta sobre alguma situação que aconteceu entre ela e a noiva, pode ser algum filme que viram juntas, ou lugar que viajaram, ou frase engraçada, algo que a noiva possa se lembrar. Os bilhetes NÃO devem ser assinados, os papeizinhos serão dobrados e guardados em uma caixinha. Cada amiga da noiva sorteia um papel e lê para todos, se a noiva acertar a autora da frase, a amiga se levanta, dá o seu presente e paga uma prenda. Se a noiva errar, a pessoa que escreveu se identifica, dá o presente e a noiva paga a prenda.

Amizade e Carinho: A organizadora deve passar um carretel de barbante pelas amigas presentes, cada uma corta um pedaço, do tamanho que quiser. Depois que todas tiverem cortado, vem a explicação: Elas devem ir enrolando o barbante no dedo, e ao mesmo tempo ir falando para a noiva como a conheceu, o que acha dela, o que sente por ela, o que deseja para o futuro, etc. Tem que falar até terminar de enrolar o barbante no dedo.

A Venda
A cada convidada recebe uma folha de  papel contendo no topo um espaço em branco seguido de à  venda. Ex: _______________ à venda. A organizadora deve pedir que cada uma preencha o espaço com o nome de algo que tenha encostado em casa e gostaria de vender: cafeteira, roupas usadas, carro, e etc. Ao escolher, a pessoa deve montar um  pequeno anuncio descrevendo as qualidades do produto e seu estado de conservação. Quando todas finalizarem a tarefa, peça para que formem uma roda e, ao ler os anúncios, sempre que aparecer o nome do produto,  elas devem substituí-lo pelo nome do noivo. Prepare-se para dar muitas risadas.

  • Categorias