Feliz Dia dos Namorados!

“E o amor?, você me pergunta. O amor, ah, sei lá. O amor nem dá pra definir direito. Acho que é um desejo de abraçar forte o outro, com tudo o que ele traz: passado, sonhos, projetos, manias, defeitos, cheiros, gostos. Amor é querer pensar no que vem depois, ficar sonhando com essa coisa que a gente chama de futuro, vida a dois. Acho que amor é não saber direito o que ele é, mas sentir tudo o que ele traz. É você pensar em desistir e desistir de ter pensado em desistir ao olhar pra cara da pessoa, ao sentir a paz que só aquela presença traz. É nos melhores e piores momentos da sua vida pensar preciso-contar-isso-pra-ele. É não querer mais ninguém pra dividir as contas e somar os sonhos. É querer proteger o outro de qualquer mal. É ter vontade de dormir abraçado e acordar junto. É sentir que vale a pena, porque o amor não é só festa, ele também é enterro. Precisamos enterrar nosso orgulho, prepotência, ciúme, egoísmo, nossas falhas, desajustes, nosso descompasso. O amor não é sempre entendimento, mas a busca dele. Acho que o amor não é o caminho mais fácil, pois mais fácil seria dizer a-gente-não-se-entende-a-gente-não-combina-tchau-tchau. O amor é uma tentativa eterna. E se você topar entrar nessa saiba que o amor encontrou você. Seja gentil, convide-o para entrar.”

(Clarissa Corrêa)

IMG_9724

Valentine’s day

Estamos de volta e em uma data muito especial, o Valentine`s Day! No resto do mundo hoje é o dia dos namorados, dia de São Valentin o padroeiro do amor.

O Dia de São Valentim (Valentine’s Day), tem origem num acontecimento ocorrido no século III na cidade de Terni, nos arredores de Roma.

O Império Romano, na época governado por Claudius II, estava envolvido em diversas campanhas militares bastante sangrentas, o que levou a dificuldades na recruta de novos soldados para as legiões romanas.

O Imperador então considerou que a razão destas dificuldades era o fato dos homens não quererem abandonar as suas namoradas, esposas e amantes, e proibiu todos os noivados e casamentos em Roma.

Percebendo a injustiça dessa determinação, Valentim, bispo de Terni, contrariou o Imperador e continuou a realizar os casamentos dos jovens apaixonados. Quando o Imperador soube da celebração dessas cerimônias, ordenou a morte o bispo Valentim, que ocorreu em 14 de Fevereiro de 270.
Durante o período em que estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão.

Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

Uma historia onde o amor fala mais alto, Valentin deu sua vida para que estas pessoas pudessem ser felizes juntas!

Portanto hoje é dia de celebrar o amor!!! Happy Valentine’s day!

1 2 3 4 5

  • Categorias